OPEN GRAPHICS GAMING CLOUD - Sistema de gestión y optimización de los recursos gráficos de una plataforma de cloud gaming para la distribución en canal audiovisual

El Ministerio de Economía, Industria y Competitividad español (MINECO), dentro del Plan Estatal de Investigación Científica y Técnica y de Innovación 2013-2016, concedió ayuda al proyecto 'OPEN GRAPHICS GAMING CLOUD - Sistema de gestión y optimización de los recursos gráficos de una plataforma de cloud gaming para la distribución en canal audiovisual' liderado por PLAYGIGA con número de expediente RTC-2016-5676-7 y en el que participan las entidades AGILE CONTENT S.A y la UNIVERSIDAD POLITECNICA DE MADRID. Este proyecto ha sido financiado por el Ministerio de Economía, Industria y Competitividad (MINECO) dentro del Subprograma RETOS-COLABORACIÓN, Convocatoria 2016. El proyecto está cofinanciado por la Unión Europea con el objetivo de promover el desarrollo tecnológico, la innovación y una investigación de calidad.

MINETAD Avanza Feder Europa

Videoconference4PYMES - Generación de una red de MCUs escalable y confiable compatible con WebRTC, sistemas legacy H263 y red telefónica convencional para dar servicio a PYMES

El Ministerio de Economía, Industria y Competitividad español (MINECO), dentro del Plan Estatal de Investigación Científica y Técnica y de Innovación 2013-2016, concedió ayuda al proyecto 'Generación de una red de MCUs escalable y confiable compatible con WebRTC, sistemas legacy H263 y red telefónica convencional para dar servicio a PYMES' liderado por MASHMEGROUP con número de expediente RTC-2016-5142-7 y en el que participan las entidades AGILE CONTENT S.A., XTRA TELECOM S.A. y la UNIVERSIDAD POLITECNICA DE MADRID. Este proyecto ha sido financiado por el Ministerio de Economía, Industria y Competitividad (MINECO) dentro del Subprograma RETOS-COLABORACIÓN, Convocatoria 2016. El proyecto está cofinanciado por la Unión Europea con el objetivo de promover el desarrollo tecnológico, la innovación y una investigación de calidad.

MINETAD Avanza Feder Europa

COAFFIN - Branded Content Affinity

Os meios de comunicação , com negócios baseados na publicidade, não tem a mesma capacidade na relevância no ambiente digital que empresas como Google, que diferem principalmente em sua capacidade de contextualizar o conteúdo. A afinidade entre conteúdos e anúncios requer uma especialização e processos completos. O objetivo do projeto é desenvolver um sistema automatizado que permita alinhar os conteúdos digitais dos meios de comunicação e os objetivos dos anunciantes. Para maximizar a eficiência da publicidade em mídia digital, propõe-se criar uma associação automática do conteúdo editorial e marca nos dois sentidos, isto é, para os conteúdos encontrar os anuncios relevantes e para os anúncios criar conteúdos que mostram seu valor para o cliente. Neste contexto, menos intrusivo, na sua melhor expressão, pode transformar a publicidade em um serviço.
A experiência combinada da Agile e Adman, o desenvolvimento de metodologia, tecnologia para a mídia e as marcas representam uma solução tecnológica corrente diferencial no mercado para gerar novos formatos de publicidade (principalmente audiovisual) e aumentar o desempenho do conteúdo enquanto efetivamente dá os anúncios.
A nível tecnológico, se requer uma nova geração de algoritmos que combinem a inteligência editorial e publicitária, processando volumes de informação interna e externa de Big Data para encontrar os padrões mais idôneos de alinhamento entre as partes.

O projecto foi co-financiado pelo Ministério da Indústria, Energia e Turismo através do Plano Estadual de Investigação Científica e Técnica e Inovação 2013-2015 e através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O projeto de referência é TSI-100-600-2013-229.

Avanza Feder Europa

AIDMEP - Automated Insights for Digital Media Performance

Atualmente as novas organizações de jornalismo multimídia, o papel editorial é orientado para o acompanhamento das fontes de informação: agências, outros meios de comunicação, redes sociais, agregadores de e-mail, blogs, etc. Para detectar notícias imediatas e ser o primeiro a publicar e apresentar informações em tempo real.
Esses processos ainda são manuais, sem tecnologia ou sistemas para apoiá-los e não ligada ao sistema editorial. Para localizar essas informações, o jornalista deve usar várias ferramentas e aplicativos que descentralizam recursos e mantém concentrado totalmente no trabalho, produto de design editorial e desempenho do negócio.
A pesquisa busca soluções que avancem no estado da arte das tecnologias editoriais, com tratamento máximo de dados, orientados ao modelo do futuro que ainda não existe no mercado

AGILE CONTENT participa en el proyecto AIDMEP (Automated Insights for Digital Media Performance): Descubrimiento, predicción, análisis de datos y automatización de producción para rendimiento de negocio de medios digitales, expediente TSI-100600-2014-34, desarrollado en colaboración con las empresas SWEETSPOT y CAPSIDE SL, que está siendo cofinanciado por el Ministerio de Energía, Turismo y Agenda Digital, dentro del Plan de Investigación Científica y Técnica y de Innovación 2013-2016, en el marco de la Acción Estratégica de Economía y Sociedad Digital.

MINETAD Avanza Feder Europa

VAS - Agile Platforma para Serviços de valor agregado. Uma plataforma para novos modelos de negócios para empresas

Para lucrar em mídias digitais para reinventar e compreender a nova cadeia de valor do jornalismo porque a velha fórmula de mídia de impressão pode não funcionar para produtos digitais. O VAS (serviços de valor acrescentado) são uma forma possível de mudar o modelo de negócios do jornal. Uma grande variedade de informações, produtos e serviços de tecnologia da informação pode ajudar as empresas de comunicações para reavivar seus negócios.
Para que haja possibilidade de fazer o novo negócio digital é necessário entender que não é apenas informação, mas um serviço. Entre outros pontos essenciais para sua reinvenção, destacamos as tecnologias e plataformas que tornam isso possível, a criação de conteúdos e serviços que permitam capturar as novas audiências e a expansão dos serviços tradicionais a oferta de novos serviços (VAS).
Este projeto cria uma plataforma de acesso condicional para distribuição de conteúdo sob pagamento, ferramentas avançadas de produção (processamento semântico e sincronização de dados com fluxo de vídeo e áudio) e publicação multidispositivo de conteúdos multimídia que sincroniza experiências entre dispositivos.
The project has been co-financed by the Ministry of Energy, Tourism and Digital Agenda through the National Plan for Scientific Research, development and Technological Innovation 2014-2016 on the context of Economic Strategic Action and Digital Society. The reference of the project is TSI-100600-2014-49..

MINETAD

VIDEOCLOUD - Edição automatizada de vídeo em modelo CLOUD

Plataforma que irá facilitar a criação e edição de vídeo na nuvem a partir de uma variedade de fontes sem a necessidade de um forte equipamento de edição local, de alta tecnologia ou o conhecimento de processamento de vídeo. Dando, assim, a liberdade que têm uma necessidade temporária ou vídeo uso específico, campanhas publicitárias, ou para a realização de processos automáticos ou repetitivas com os vídeos em que é necessária intervenção pessoal apenas para configuração e sistema de monitoramento.
Projeto junto com SEZION.
O projecto foi co-financiado pelo Ministério da Indústria, Energia e Turismo através do Plano Estadual de Investigação Científica e Técnica e Inovação 2014-2016 e através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O projeto de referência é TSI-100104-2014-159.

Avanza Feder Europa

Inmersive TV- O futuro da Televisão

IMMERSIVE TVDestina-se a investigação sobre as tendências na produção de conteúdo digital imersiva e toda a cadeia de valor envolvido (produção, transmissão e recepção), interatividade e desenvolvimento além do 3D atual, que é apenas bidimensional. Assim, pretende-se que o usuário final experimenta um sentimento de pertença na mesma fase que você está vendo pode interagir com ele em qualquer direção espacial.
No seguinte passo esta evolução da indústria combina várias tendências importantes. Por um lado, o papel crescente do indivíduo e do outro o aparecimento de sistemas imersivos que fornecem uma experiência de usuário radicalmente diferente do de hoje. Nesse sentido, começaram a aparecer timidamente desenvolvimentos que apontam para essa convergência de mídia tradicional com a realidade virtual e aumentada. Estes conteúdo envolvente parece, de acordo com especialistas do setor e da melhor maneira para o desenvolvimento de um novo mercado audiovisual que reúne alguns dos principais demandas pendentes de usuários.
Projeto em colaboração com a Indra, Universidade Politécnica de Madrid, Universidade Politécnica de Valência e empresas Eumóvil, Ericsson e Inmomática. É financiado pelo Ministério da Indústria, Turismo e Comércio no âmbito do projeto Avanza Competitividade, que durou 2010-12.

Avanza Feder Europa

Redações Integradas

A realidade da Internet eo impacto dos novos hábitos de consumo de TV digital, acesso móvel, os leitores, consoles e outros dispositivos está transformando a comunicação. Ele ainda não se reflete nos processos de produção dos meios de comunicação.
O projeto aborda, em diferentes pacotes de trabalho, a investigação sobre os processos de produção integrados que podem trabalhar de maneira flexível e distribuída para os diferentes meios.
Análise e desenvolvimento de demonstradores tecnológicos de interfaces de desktop e rich media unificadas que unificam a interação com o conteúdo multiforme.
A investigação sobre modelos avançados de pesquisas semânticas e multilínguas no conteúdo multimídia.
A pesquisa sobre inovações tecnológicas aplicáveis ​​SaaS e cloud computing, com resultados que irão validar um novo modelo de redações integradas e as tecnologias que o suportam.
O projeto consiste em um AIE formado por Agile Content, SL e ADDA Servidor Tractament da Informação, SL; e um acordo de consórcio com serviços Zeta e equipamentos e Intelectium.

HAUS: Conteúdos digitais e audio visuais adaptados para os usuários

Os objetivos gerais do projeto HAUS giram em torno de dois eixos principais: Desenvolver as infra-estruturas e serviços da informação: Através da promoção de serviços digitais de alto valor agregado, se espera um efeito dinâmico nos setores emergentes tão importantes como Hogar Digital, Green TIC, Internet do Futuro e Conteúdos Digitais. Desenvolvimento de conteúdos digitais: A capacidade de usar informações sobre o ambiente de consumidores de serviços audiovisuais abre novas possibilidades na criação de conteúdo por meio de novos métodos de produção de conteúdos contextualizados.

Este projeto é parcialmente financiado pelo antigo Ministério da Ciência e Inovação número IPT-2011-1049-430000.

Innpacto Feder Europa

COMINN - Centro Comercial Interativo com Interação Natural

O principal objetivo do projeto COMINN é desenvolver um novo paradigma de informações comerciais contextual e interativo para o setor de varejo. Esta nova tecnologia é baseada em novas técnicas de distribuição de adaptação audiovisual, recomendação de conteúdo inteligente, visualização e interação natural com produtos, tecnologias sem fio e multi-sync.

Projeto conjunto com o Consórcio: Planeta Mídia (coordenador), Alcatel-Lucent, Aido, Universidade Politécnica de Valência, Universidade Carlos III de Madrid.
O projecto foi co-financiado pelo Ministério da Economia e Competitividade / INNPACTO (2012) 2012-2015 e através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O projeto de referência é IPT-2012-0883-430000.

Feder Europa

Solução de assistência virtual presencial, reconhecimento e síntese de voz

Agile Content participa no projeto 'Solução de Assistência Virtual presencial com interação multimodal, reconhecimento de voz' juntamente com as entidades IMPACTMEDIA, S.A. e VERBIO TECHNOLOGIES S.L. O projeto foi co-financiado pelo Ministério da Indústria, Energia e Turismo, dentro do plano Nacional de Investigação Científica, Desenvolvimento e Inovação Tecnológica 2008-2011 e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER). O projeto de referência é TSI-020602-2012-177.

Feder Europa

Social TV Plataforma integrada de fruición de contenido audio/video en distintos medios con un enfoque concreto en el entorno SmartTV

El objetivo del proyecto es la realización de una plataforma integrada de fruición de contenido audio/video en distintos medios con un enfoque concreto en el entorno ”SmartTV”.
El principal reto tecnológico es el diseño y realización de un producto en que puedan converger tanto los usuarios de la plataforma social como las empresas productoras para maximizar la valoración de contenido, su distribución en distintos medios y la segmentación de usuarios con finalidades de marketing online aplicado a un formato televisivo.
La distribución de este contenido a través del desarrollo de aplicaciones para SmartTV ofrece la posibilidad de investigar un territorio relativamente inexplorado, donde todavía no ha salido un estándar de mercado pero en que es posible deducir una convergencia tecnológica hacia ciertas plataformas de desarrollo.
AGILE CONTENT participa en este proyecto (número de referencia: TSI-020602-2012-190) junto con ROOM SOCIAL NETWORKS SL y BEREPUBLIC NETWORKS SL. Este proyecto ha sido cofinanciado por el Ministerio de Industria, Energía y Turismo dentro del Plan Nacional de Investigación Científica, Desarrollo e Innovación Tecnológica 2008-2011.

Feder Europa

SMAR.TV: publicidade inteligente

O projeto está localizado em um futuro próximo na Internet. No futuro, o consumo de conteúdo através de telas conectadas TV, PCs, leitores de móveis e integrados em uso experiências, permitirá a prestação de serviços e conteúdos para desenvolver novos modelos de publicidade.
Interatividade e o mercado de massa irá determinar uma mudança na relação entre mídia, marcas e usuários.
Tecnologia SmarTV aborda a necessidade e oportunidade de um futuro mercado de publicidade on-demand, personalizado e interoperável.
Onde o usuário vai encontrar o que você quer, onde você oferecer qualidade e serviço.
Os agentes devem se preparar para a mudança.
No Consórcio são apresentados: Agile Content,Barcelona Digital, Corporación Multimedia, Gigle, Grupo Zeta, IAB, Media Contacts, Nothing AD, Tribal DDB, Universidad de Extremadura y Uvetech. Além disso, listado como membros anexados: Sony, RTVE, Cuatro, TV3 e Barcelona Televisió.

TVEDU: Televisão Educativa

É uma iniciativa que lideramos, onde colaboram agentes representativos do segmento de mercado da TV Educativa e formativa.
Sua finalidade é a pesquisa cruzada entre o setor da educação e o setor audiovisual.
Sobre plataformas de distribuição e padrões de fomentar a implantação ágil de serviços com alto valor agregado.
Ele permite aos participantes enfrentar os desafios de moldar o futuro com maior conhecimento. Participam RTVE, La Salle, Lavinia, EITB, Uned e IL3, entre outros.Mais informação

FURIA: TV Mobile em DVB-H

É um projeto de natureza PSE (Projeto Estratégico Singular) na área de Tecnologias Audiovisuais.
Seu principal objetivo é desenvolver e validar a integração de tecnologias emergentes para a difusão de conteúdos audiovisuais para terminais fixos e móveis.
Combina os esforços de diversas organizações nacionais (empresas, institutos de investigação e universidades).
No final das fases de investigação e desenvolvimento no domínio das novas tecnologias, o Consórcio realizará contribuições para fóruns da indústria para o desenvolvimento futuro de Digital Video Broadcasting.
O projeto é liderado pela Abertis e com participação da Telefonica I+D+i, Mier, Agile, EITB, Hispasat, Astra, Televes e Sidsa, entre outros.Mais informação

CEOS: certificação Open Source

A qualidade na produção de software é uma garantia de qualidade do serviço e uma das alavancas para elevar a produtividade e o lucro.
Este irá desenvolver um ambiente em que a geração distribuída (em integração com os clientes e fornecedores), permite a produção para capitalizar a produção através de fábricas de software.
Desenvolvimento de qualidade com componentes Open Source.
O projeto é liderado por Applus e participam Sun, Agile, IQUA, Universidade de Lleida e do Governo, entre outros.